segunda-feira, 7 de maio de 2012

Trinta anos de fotos sensuais da Guess

Algumas das mais famosas manequins como Eva Herzigova ou Carla Bruni foram lançadas por esta marca de roupa

Receber uma chamada daquelas era uma rampa de lançamento para o mundo da moda. Eva Herzigova não queria acreditar: do outro lado do telefone diziam-lhe que a Guess queria que ela participasse numa campanha publicitária. Transformaram-na em Marylin Monroe e Ellen von Unwerth fotografou-a a preto e branco em Nova Iorque. De outra vez, posou em favelas do Rio de Janeiro com Naomi Campbell, que nessa ocasião viajou pela primeira vez para o Brasil. Ainda não tão famosa como viria a ser. Cláudia Schiffer, que agora participou na campanha comemorativa da marca, disse à revista WWD que, “ser fotografada para o 30º aniversário da Guess “foi como voltar atrás no tempo”. O seu primeiro trabalho para a marca tinha sido em 1989.

Carla Bruni, hoje mulher do presidente francês Nicolas Sarkozy, tinha apenas 16 anos quando apareceu numa foto publicitária para a mesma marca ao colo de um homem mais velho.
As fotos da Guess fizeram história. Sensualidade, aventura e transgressão. O difícil era ficar indiferente ao poder daquelas imagens, a maioria delas registadas pela lente provocatória de Ellen von Unwerth. Paris Hilton também apareceu nos cartazes da Guess. Line Gost, por exemplo, posou para a objectiva do cantor e fotógrafo Bryan Adams para parecer Sophia Loren nos seus melhores anos.

Para criar um estilo e um espírito associado à roupa da marca, o CEO e director criativo da Guess, Paul Marciano, lançou algumas das mais famosas manequins dos anos 90, ao mesmo tempo que recusava as modelos esqueléticas em voga: “Uma rapariga que pareça demasiado magra e sem saúde não me parece sexy e não encaixa na Guess”, explicou à WWD numa entrevista sobre o trigésimo aniversário da marca que deu notoriedade mundial a modelos que se tornariam mais tarde estrelas globais.










Sem comentários:

Enviar um comentário