quinta-feira, 1 de setembro de 2011

HELMUT LANG: “MAKE IT HARD”

Depois de se retirar do mundo da moda em 2005, Helmut Lang focou a sua atenção na arte. Na passerelle, o designer austríaco estabelecido em Nova Iorque tornou-se famoso pelas suascriações de linhas austeras, materiais high-tech, paleta monocromática e estética minimalista que marcou a moda na década de 1990. Apelidado de desconstrutivista, futurista e minimalista, Helmut Lang influenciou toda uma geração de novos designers, incluindo os belgas Dries Van Noten e Dirk Bikkembergs. A saída do designer da sua marca homónima deixou um vazio entre os profissionais de moda e fãs dedicados, que nenhum outro criador conseguiu preencher.

Agora, os admiradores de Helmut Lang podem voltar a apreciar o seu trabalho, não através de uma colecção de moda, como estavam habituados, mas na sua exposição individual de arte, "Make It Hard”, que está patente até 8 de Agosto na galeria The Fireplace Project, em East Hamptons, Nova Iorque. Helmut Lang retalhou o arquivo da sua marca - depois de doar as suas criações mais emblemáticas para coleções de moda, design e arte contemporânea de todo o mundo - para fazer 16 esculturas que misturam a sua própria história e um olhar retrospectivo do seu passado como designer de moda com suas experiências pessoais e uma nova forma de arte. São dezasseis colunas que se alongam do chão ao tecto e misturam fibras naturais e sintéticas com plástico, metal, couro, penas e até mesmo cabelo.

“A luta contra a entropia e a decadência vai ser sempre uma batalha perdida", afirmou o curador da exposição, Neville Wakefield. "Então por que não fazer algo novo dessa energia destrutiva?"

Segundo Helmut Lang, o que o inspirou a destruir o seu arquivo foi uma pequena ajuda de uma força exterior em Fevereiro de 2010 - um incêndio no edifício onde está localizado o seu atelier em Nova Iorque, que poderia ter destruído o resto do seu arquivo. “Depois de passar vários meses a ver em que condições estavam as peças, fiquei curioso com a ideia de as destruir eu mesmo e usá-las como matéria-prima para a minha arte. Foi uma experiência catártica, que resultou numa energia muito interessante e positiva”.

"Make It Hard”: para ver até 8 de Agosto, na galeria The Fireplace Project, em East Hamptons, Nova Iorque.

Sem comentários:

Enviar um comentário